27 de jun de 2016

Mesa de tampa de barril

Ultimamente tenho me esforçado para fazer andar a fila de projetos com material de recuperação, principalmente as peças grandes. Na postagem anterior mostrei a transformação de uma placa de trânsito em mesa de apoio (veja aqui) e, continuando no mesmo tema, a mesa de hoje é feita com uma tampa de barril de vinho. A peça estava abandonada há muito tempo e em péssimo estado. Além da sujeira vista nas fotos a parte interna do tampo estava queimada e foram necessárias muitas idas e vindas com uma plaina para retirar a parte danificada. Sendo o carvalho uma madeira dura, exigiu muito esforço e trabalho pesado. Deixei a cor e a tinta original só recuperei algumas letras que ficaram prejudicadas no processo de limpeza; os pés de metal, feitos sob-medida, foram fixados em um círculo que funciona como base e garante a estabilidade da mesa.





Fila dos projetos de recuperação em andamento.

20 de jun de 2016

Reciclagem placa de transito

Uma placa de trânsito quebrada que estava no lixo foi transformada em uma mesa de apoio e agora dá muito jeito na hora do lanche. Foi um trabalho a quatro mãos, pois a parte mais pesada de lixar, parafusar, colar e envernizar foi feita pelo marido. As cores e o tema foram inspirados nos antigos navegadores portugueses. 

6 de jun de 2016

Panquecas de quinoa

Gosto de cozinhar e quando encontro uma receita gostosa, fácil e de quebra mais saudável venho partilhar. Tenho predisposição para diabetes e para manter os níveis de glicose baixos tenho que evitar alimentos com altos índices de hidratos de carbono como, por exemplo,  a farinha de trigo refinada. Hoje em dia este controle é mais fácil, pois existe grande variedade de produtos e muitas receitas já testadas espalhadas pela net. A receita de hoje é uma panqueca com farinha de quinoa e farelo de aveia, e aviso para aqueles que torcem o nariz quando ouvem estes nomes que fica uma delícia e vale à pena provar! Na versão salgada coloquei dois tipos de recheio: de ricota com azeitonas e de carne moída, a preferida do marido, a versão doce foi recheada com morangos em calda.


Ingredientes da massa:
1 xícara de leite, usei desnatado
1/2 xícara de farinha de quinoa
1/2 xícara de farelo de aveia
1 ovo
1 pitada de sal, (opcional)

Bata os ingredientes no liquidificador ou mixer. Cozinhe as panquecas em uma frigideira antiaderente pincelada com azeite, deixe dourar levemente antes de retirar. Rechear a gosto!

Sugestões de recheios:

Carne moída.

Ricota (usei a úmida)
Azeitonas
Alho frito
Coentro

Preparo: Pique as azeitonas e o coentro junte a ricota e o alho, misture bem, ajuste o sal (atenção pois as azeitonas já são salgada).

Recheio de morangos:

Uma porção de morangos,
Adoçante (usei stevia)

Corte os morangos em pequenos pedaços e leve ao fogo, deixe ferver por alguns minutos, junte o adoçante deixe por mais alguns minutos e desligue, leve a geladeira antes de usar,