7 de jan de 2013

Pão Integral

Pão. Nome tão pequeno para um alimento universal e tão variado: branco, integral, de centeio, cereais, nozes, brioche, ciabatta, baguete, italiano... nem magino quanto outros existam! Só sei que amo pão! Não passo um dia sem. 
Integral, branco, macio ou crocante, gosto de todos.  Mas sou exigente!  Não me venha com esse pãozinho que desmancha com um apertão, ou os "pseudo-italianos" que não pesam nada só tem tamanho. Pão tem que ter sabor, consistência e crocância  - se for o caso. Minha memória é gastronômica e das coisas que sinto saudade de onde morei são os pães e queijos. Minha cidade não é um modelo nesse assunto. Como não encontro nada parecido por aqui fico testando receitas tentando encontrar o sabor das lembranças.
Esta é uma das receitas que adotei e tenho feito com frequência. Para quem tem a sorte de morar perto de boas padarias pode não valer a pena o trabalho e a espera, mas pra quem, como eu, não tem essa facilidade, vale.  
Parti da receita original do Jim Lahey, da Sullivan Street Bakery, que anda rodando pela net,  e coloquei os meus ingredientes de preferência. É muito simples e, como o nome diz, não tem o processo de amassar. O segredo da receita está no tempo de fermentação: de 12 a 18 horas e na forma de assar, dentro de um recipiente fechado e já aquecido. A simplicidade de preparar a massa compensa a longa espera pelo pão.

PÃO INTEGRAL Sem Sovar

350 g de farinha integral
50g de aveia em flocos
1 c. (sopa) de semente de girassol
1 c. (sopa) de semente de gergelim
1 c. (sopa) de semente de linhaça
1/2 c. (café) de fermento granulado
1 c. (café)  de sal
350 ml de água

Coloque os ingredientes secos em um recipiente grande. Adicione a água e misture um pouco, o suficiente para incorporar tudo. A massa ficará grudenta e mole. Cubra com filme plástico e deixe descansar em temperatura ambiente por no mínimo 12 horas (a receita com farinha branca deixei as 12 horas, a com farinha integral ficou 15 horas (preparei a noite para assar no dia seguinte).

Passado esse tempo a massa deverá ter dobrado de volume e estar cheia de bolhas. Enfarinhe uma superfície (usei farelo de trigo e mais sementes) e coloque a massa; enfarinhe as mãos e puxe as bordas para o centro formando uma bola. Forre um cesto de palha ou bacia com um guardanapo, ou pano de prato não felpudo, polvilhe com farinha, farelo de trigo ou aveia e coloque a massa com as pontas para baixo. Cubra com outro pano e deixe descansar por 2 horas. 

Meia hora antes do fim do crescimento da massa, aqueça o forno á 230° C. Coloque uma panela com a tampa (que seja resistente a altas temperaturas: ferro fundido, inox, vidro ou cerâmica) no forno. Passado a última meia hora retire a panela e a tampa (com cuidado). Segure o pano com a massa por baixo e vire de uma vez na panela (as dobras da massa devem ficar para cima). Tampe e leve novamente ao forno por 30 minutos. Terminado esse tempo retire a tampa com cuidado e deixe dourar por mais 15 minutos ou um pouco mais se gostar bem douradinho. Retire do forno, desenforme e espere esfriar totalmente antes de fatiar e "Bon appétit".

14 comentários:

  1. Nossa... ficou com uma cara ótima!

    Lindo, Regina! Eu tbm sou como vc... Busco o sabor de algumas lembranças. No meu caso, o sonho, o biscoito de nata... hum... Ainda estou na busca. Infelizmente! rsrs

    Beijo.

    ResponderExcluir
  2. Regina,
    não vivo sem pão. já tive uma fase padeira, mas tenho a maior preguiça de sovar.então, fiquei animada com essa receita de pão integral..
    ah...vamos marcar um café em Brasília!

    beijo,

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pão é sem dúvida meu alimento preferido. Essa receita é muito fácil, tem que ter paciência e se programar para comer o pão na hora certa, ficou bom desde a primeira vez, e agora já estou craque na hora de mexer com a panela quente!!!
      Será ótimo te encontrar aqui em brasília, é só marcar o dia.
      beijo

      Excluir
  3. Oi Regina, voltei :)
    Adorei essa ideia de 'não sovar'.
    Gostei tanto quanto ler 'liquidificador' em uma receita rs
    E adorei a sua Le Creuset vermelha :) São 'escandalosas' de tão lindas rs

    bjsss

    ResponderExcluir
  4. Oi flor!!! Eu amoooo páo integral, desde a textura ao sabor... amo tudo heheheh e fiquei morrendo de vontade de comer um igualzinho ao seu aí...huuuum, vou anotar a receita pra fazer tb! Beijo e linda semana pra vc!

    ResponderExcluir
  5. Também sou fã de receitas gostosas com pouco trabalho!
    Façam que é gostoso!
    Beijos

    ResponderExcluir
  6. Regina!!! Minha mãe vai amar essa receita! Vou passar pra ela já!
    Beijos, Sapita.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que bom te ver por aqui! E verdade ela vai gostar sim, é bem fácil. Qualquer dúvida me liga. Beijocas nas duas.

      Excluir
  7. Oi Regina,
    Estou passando para conhecer os blogs das pessoas que me seguem... essa semana farei posts especiais com dicas de blogs e o seu fará parte dele... dê uma passadinha por lá para conhecer outros blogs.
    www.nomeuapartamento.blogspost.com.br

    Beijos

    ResponderExcluir
  8. Hummmm, que delícia deve ter ficado, deu água na boca ...


    Passei pra conhecer seu espaço porque vi ele divulgado no blog "No meu Apartamento" conferi e gostei de tudo e já estou ficando ...

    Bjinhus
    Xuchu

    ResponderExcluir
  9. Olá,bom dia!Achei maravilhosa essa receita,aqui em estamos na fase da boa alimentação, vou fazer...
    Parabéns!!!

    Me visite:http://algodaotaodoce.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  10. Humm, o pão ficou super simpático, me deu vontade de experimentar a receita! Gostei muito de conhecer seu blog! Quando puder, passa para conhecer também o nosso! Bjs!

    ResponderExcluir
  11. Esqueci de avisar q estou seguindo seu blog! :)

    ResponderExcluir
  12. Se ficou gostoso como está bonito, deve ter ficado show!

    ResponderExcluir

Deixe seu comentário