27 de mai de 2019

Mala

Encontrei outra mala velhinha e como estava em bom estado e com preço camarada trouxe para casa. O forro interior estava manchado, ressecado e com forte cheiro de naftalina por isso retirei o que foi possível, limpei com pano úmido perfumado com lavanda e deixei em local quente e arejado por alguns dias. Para o novo forro usei na tampa uma ilustração que veio de uma revista de artesanato e o fundo foi forrado com papel A4 que imprimi com estampas da Nadja Petremand. A mala não é só uma peça decorativa também serve, como o cesto que fica embaixo da mesinha, para guardar os brinquedos dos netos.