31 de out de 2016

Caixa de pão reciclada

Outra peça que ganhei para restaurar, uma caixa russa para guardar pão. A tampa original era feita em uma única peça de madeira e estava muito empenada, apesar do problema comecei a prepará-la, afinal uma peça antiga tem defeitos causados pelo tempo e isso também tem seu charme, mas o problema causava um forte atrito e dificultava o manusear da tampa dificultando o uso da peça, sem falar que com o tempo danificaria a pintura. A solução que encontrei, depois de observar minha escrivaninha que tem porta de correr, foi que fazer uma tampa nova seria menos trabalhoso que tentar arrumar à antiga. Comprei as varetas, cortei, pintei e montei a nova porta, aproveitando somente as duas bases laterais originais, tudo em uma tarde. Pintei com tinta acrílica azul turquesa, por cima um detalhe em forma de grade metálica pintado em tinta cobre. Pena que na foto o metalizado não fique tão visível como ao vivo, pois o contraste ficou muito bonito. 

Aqui a porta da escrivaninha que serviu de modelo. 

Preparando a nova tampa.
Aqui ainda com a tampa original.

24 de out de 2016

Bordado em painel perfurado

Para quem gosta de artesanato ter um painel perfurado perto da mesa é muito útil, pois deixa material e ferramentas ao alcance da mão facilitando o trabalho. O meu além de antigo estava feio e sobrecarregado e depois de muito adiar resolvi organizá-lo melhor. Para mudar o visual completamente branco e sem graça, bordei uma Babuska em ponto cruz (para fazer o bordado tingi o barbante que tinha em casa usando tinta aquarela para seda, sobras de um projeto anterior), coloquei uma moldura e pendurei uns potes bonitinhos e coloridos que servem para guardar as tesouras, alicates e outras tranqueiras. A função continua a mesma: organizar e facilitar, mas agora bem mais bonito e arrumado.

Colocando moldura colorida.
Tingindo os barbantes.
Foto antiga do painel, sem bordado, sem moldura e sem graça!

16 de out de 2016

Banquinho em sisal

Adoro banquinhos! Além de bonitos são práticos e servem para tudo: para acomodar mais um amigo à mesa, para decorar um cantinho da casa, como mesa de apoio, de escada, para os vasos de plantas ou simplesmente para pousar os pés cansados. Aqui em casa tenho vários, altos, baixos, pintados, veja aquiaqui, e aqui, reciclado, veja aqui, e agora em crochê, feito com sisal e barbante. 

10 de out de 2016

Decorando tampas de vidros

Uso vidros para guardar pequenos trabalhos, linhas, fitas e outras coisinhas. Estes dois da foto abaixo são os que mais gosto, pois tem ótimo tamanho e a boca larga. No final de semana resolvi melhorar a aparência das tampas que eram feias e sem graça e pintei um motivo floral, para combinar com a lata de biscoito onde guardo as florzinhas de crochê. 

O antes das tampas. 

A lata de biscoito bonitinha. 

3 de out de 2016

Semanário revisitado

Quem se lembra dos panos de pratos com os nomes da semana, ou semanários? Item importante nos enxovais das noivas de tempos já distantes. Eram decorados com bordados, aplicações ou crochê, algumas vezes tudo junto, e depois expostos com orgulho nas cozinhas. Encontrei um antigo semanário em uma feira de velharias, que além de servir de inspiração para decorar os panos de prato xadrez vermelho, trouxe charme para o atelier, onde estão sendo usados. Escrevi os nomes da semana usando carimbos e tinta azul e fiz uma franja com pompons de crochê (veja aqui como fazer). Foi uma lembrancinha para a Marli amiga, que como eu, também conheceu cozinhas decoradas com estes paninhos.  
   
Também usei os carimbos para personalizar a sacolinha com o nome do atelier.