15 de ago de 2019

Banquinho e cesto com farrapos

Na hora de assistir televisão, ler ou bordar gosto de ficar bem confortável, de preferência com os pés para cima. Como os outros moradores da casa também gostam do mesmo conforto achei por bem aumentar o tamanho do banquinho que fica perto do sofá. Quando encontrei este grande puff decidi comprar mesmo não gostando da estampa do estofado e já pensando em usar cordões de tecido para fazer um novo forro. A técnica já apareceu no blog e consiste em transformar tiras de tecido em cordões (quem não viu ou não lembra veja as fotos e o vídeo para saber como transformo retalhos em peças interessantes, basta clicar aqui).
As duas peças foram feitas na máquina de costura unindo os cordões com ponto zigue-zague e dando a forma desejada, a diferença foi o acabamento dado ao cesto para deixa-lo mais firme e resistente: passei duas camadas de termolina leitosa caseira e costurei uma borda em tecido rígido. Foi um trabalho demorado só para fazer a quantidade de cordão necessário, 450 metro, passei quase dois meses cortando e enrolando as tiras de tecido e ainda trabalhei mais uma semana para costurar e montar as duas peças!  


Aplicando as flores de retalhos. 

 
Transformando as sobras de tecido em cordão com ajuda da furadeira. 
O banco com o estofado original. 

8 comentários:

  1. Oi Regina!

    Pra ti não tem tempo ruim... Hehe Tudo tu transformas... E que trabalheira, menina! Mas o belo resultado está aí, uma peça útil, trabalhosa, bonita e cheia de história! Parabéns!

    Abraços, Iris

    ResponderExcluir
  2. Ficou muito mais bonito! Mas deu muito trabalho:) Admiro-a; como aproveita bem o tempo!

    Beijinhos e bom fim-de-semana:))

    ResponderExcluir
  3. Oi, Regina!

    O resultado ficou lindo! Valeu o tempo dedicado...
    Um item bonito e muito útil!

    Abraços e um ótimo domingo, Cris

    ResponderExcluir
  4. Que lindo Regina!! E muito funcional. PARABÉNS pela sua criatividade... beijinho

    ResponderExcluir
  5. Olá Regina, quando olhei o puff, logo lembrei-me dos individuais que já tinha achado lindos no seu estilo rústico. Quase meio quilómetro de tira, sinceramente, é obra!! Admiro sua paciência, persuasão e principalmente seu gosto e criatividade. O puff mudou da água pro vinho e se tornou peça linda e única, e o cesto está uma graça. Parabéns, vc nos ensina muito, revi o video com atenção, é um método sensacional que vc inventou! Beijos.

    ResponderExcluir
  6. Oi Regina!

    Passando para te desejar uma produtiva semana!

    Abraços, Iris

    ResponderExcluir
  7. Adorei este seus dois trabalhos. Admiro de verdade o seu talento. Gostei do banquinho mas adoraria um cestinho desses para mim.

    ResponderExcluir

Deixe seu comentário