25 de mar de 2019

Almofadas bordada com miçangas

A primavera chegou trazendo dias mais longos e uma temperatura muito agradável. É hora de aproveitar os parques e jardins, de fazer longas caminhadas ou simplesmente sentar no banco da praça para admirar o colorido das flores e o cantar dos pássaros. Também é hora de abrir a casa e deixar entrar novos ares e cores. Foi neste clima primaveril que preparei duas almofadas usando material que tinha em casa: o tecido de linho com bolas veio no catálogo de amostras que comprei em um brechó e já rendeu vários trabalhos. As miçangas estavam guardadas há mais de uma década esperando uma oportunidade para saírem da gaveta. O trabalho foi muito simples: apenas contornei as bolinhas do tecido pregando continhas coloridas ou bordando com ponto corrente (a variedade de cores é que dá graça ao bordado) e para o acabamento montei uma franja feita com as mesmas miçangas coloridas. Achei que a dupla casou muito bem com a manta peruana usada como protege-pés e a linda almofada bordada com uma cena africana, presente da querida Aline. 












11 de mar de 2019

Mala antiga recuperada

Nas minhas andanças por feiras de velharias encontrei uma mala de papelão bem velhinha que resolvi usar como maleta para guardar os tubos de tinta. Apesar da idade a mala estava em boas condições só tinha alguns rasgões nas dobras do fundo, problema comum neste tipo de malas e resolvido com a aplicação de duas camadas de cartolina kraft no fundo e nas laterais. Para acomodar e ordenar as tinta montei divisões em bandeja (com o mesmo sistema das caixas de ferramentas). Na decoração do interior voltei a usar mapas, tema que combina muito bem com malas além de ficar muito bonito. Na parte exterior a decoração ficou por conta dos acanthos coloridos que pintei na tampa e nas laterais. Também em uma feira de velharias encontrei os pés com rodinhas que transformaram a maleta em mesinha e facilitam a movimentação tanto na hora da pintura como na hora de arrumar a bagunça, pois ajuda a acomodar a maleta em baixo da mesinha que utilizo como paleta. 








Detalhes divertidos em origami
A maleta e a paleta bem organizadas. 
Transformando duas caixas de madeira em bandejas organizadoras. 

Primeira etapa da reforma: retirando o forro e reforçando o interior com papel kraft.
O material de base usado no projeto. 

18 de fev de 2019

Bolo de nozes com calda de caramelo

Gosto de bolo e gosto ainda mais quando a receita usa poucos ingredientes, tem preparo fácil e é surpreendentemente saborosa como este bolo de nozes. O bolo fica bem fofinho e como não é muito doce fica perfeito com a calda de caramelo ao sal (veja a receita da calda). Se você gosta de bolo e gosta de nozes experimente esta receita é bem capaz de se apaixonar como eu!



Ingredientes:

6 ovos
2 xícaras de nozes trituradas ou raladas
1 xícara de açúcar
3 colheres de farinha de rosca

(Convém preparar a calda antes do bolo, para que esfrie, veja receita e preparo aqui)

Preparo bolo:

Separe as claras e bata na batedeira até ficar em neve. Coe as gemas em uma peneira e vá juntando aos poucos nas claras em neve. Baixe a velocidade da batedeira e junte o açúcar, também aos poucos. Quando tudo estive bem incorporado desligue a batedeira. Com a ajuda de um batedor de arame ou uma espátula, vá juntando as nozes e a farinha de rosca aos poucos e delicadamente. Distribua a massa em forminhas de papel e asse em forno médio (160º C) por 20 minutos. Retire do forno espere arrefecer alguns minutos em seguida espalhe a calda de caramelo a gosto.
(Caso vá utilizar uma forma grande é conveniente forrar com papel manteiga e aumentar o tempo de cozimento para 30 minutos.). Bon appétit!

11 de fev de 2019

Móvel para CD - O caixotinho

Nada no móvel que fiz para guardar CDs saiu como previsto. Foi idealizado para ser simples e discreto, mas ficou mais parecido com um caixote de feira. Deveria ser completamente cinza escuro sem detalhes, mas não fui capaz de fazer esta maldade com o móvel e pintei uma estampa de flores nas laterais. Também não deveria ficar neste local, porém o cantinho escolhido se revelou cheio de interferências para a função bluetooth e fora de alcance das ondas do controle remoto, por isso veio parar na entrada da sala. Apesar dos contras o pequeno móvel cumpre com competência a função de guardar e organizar em um único espaço tudo que necessito quando quero ouvir música: os poucos CDs que mantive, a pequena coluna de som (que também toca CD) e o carregador de celular sem fio. Acho que meu caixotinho ficou parecido com o antigo "3 em 1"(alguém lembra como era? rs).  

O carregador de celular sem fio encaixado no tampo.
Terminado a pintura lateral na cozinha para fugir do frio da garagem.

As varetas sustentam os CDs inclinados, facilitando a leitura dos títulos e foi inspirada na pequena estante da foto abaixo. 

28 de jan de 2019

Caixas de cortiça decoradas

Portugal é o maior produtor mundial de cortiça. Quando alguém abre uma garrafa de vinho em qualquer lugar do mundo é bem provável que esteja tirando uma rolha feita a partir da casca de um sobreiro (árvore nacional) nascido no Alentejo. A cortiça não é usada só para tampar garrafas. Por ser excelente isolante térmico e acústico e também muito resistente ao atrito pode ter vários usos. Em Portugal é, entre outras utilidades, matéria-prima para muitos artesãos e designers que criam lindas peças de uso pessoal, decorativo ou utilitário. São bolsas, carteiras, sandálias, bijuterias, banquinhos, luminárias, fruteiras, baldes, bandejas e muito, muito mais. Sendo admiradora do produto local é claro que na hora de escolher organizadores para as miudezas da sala escolhi caixas forradas com cortiça. Para deixar as caixinhas com jeito de artesanato usei canetas Posca para pintar flores, peixes e matrioska nas tampas. 


Nas fotos a baixo mostro dois utensílios feitos em cortiça: a fruteira foi comprada em uma feira de artesanato em Lisboa, já o Tarro com sua terrina é uma peça do Projecto TASA, onde jovens designers usam produtos do artesanato tradicional como: a cortiça, o barro, a palha e a lã para criar ou recriar lindas peças. (clique no catálogo e veja as peças do Projecto TASA) 


14 de jan de 2019

Agulheiros de cactos e cantinho de costura organizado

Estes agulheiros estavam na fila de próximo trabalho há muito tempo e nem sei porque demorei tanto para fazer pois são tão fáceis que no embalo fiz logo três! Usei feltro em vários tons de verde mas também ficam bonitos em cores vivas ou com listrado, xadrez ou estampado (a escolha é sua).
Também tenho fotos do novo cantinho de costura, mais arrumado e organizado depois de ganhar um antigo móvel de guardar CDs e DVDs para ajudar a guardar os aviamentos. Tudo começou com uma onda de desapego (nome bonitinho para a prática de eliminar tralha) e na mira estiveram os CDs e DVDs. Gosto de música e de filmes, mas na era do Youtube e Spotify não vejo necessidade de ocupar espaço com títulos que nem gosto muito. Fiquei somente com os preferidos ou especiais e o restante mandei embora. O resultado foi uma sala com mais espaço e o cantinho de costura mais funcional. Agora tenho tudo que necessito para costurar ou bordar em um único local e ao alcance da mão. 


Móvel de CD/DVD com nova função: organizar os aviamentos.