18 de fev de 2019

Bolo de nozes com calda de caramelo

Gosto de bolo e gosto ainda mais quando a receita usa poucos ingredientes, tem preparo fácil e é surpreendentemente saborosa como este bolo de nozes. O bolo fica bem fofinho e como não é muito doce fica perfeito com a calda de caramelo ao sal (veja a receita da calda). Se você gosta de bolo e gosta de nozes experimente esta receita é bem capaz de se apaixonar como eu!



Ingredientes:

6 ovos
2 xícaras de nozes trituradas ou raladas
1 xícara de açúcar
3 colheres de farinha de rosca

(Convém preparar a calda antes do bolo, para que esfrie, veja receita e preparo aqui)

Preparo bolo:

Separe as claras e bata na batedeira até ficar em neve. Coe as gemas em uma peneira e vá juntando aos poucos nas claras em neve. Baixe a velocidade da batedeira e junte o açúcar, também aos poucos. Quando tudo estive bem incorporado desligue a batedeira. Com a ajuda de um batedor de arame ou uma espátula, vá juntando as nozes e a farinha de rosca aos poucos e delicadamente. Distribua a massa em forminhas de papel e asse em forno médio (160º C) por 20 minutos. Retire do forno espere arrefecer alguns minutos em seguida espalhe a calda de caramelo a gosto.
(Caso vá utilizar uma forma grande é conveniente forrar com papel manteiga e aumentar o tempo de cozimento para 30 minutos.). Bon appétit!

11 de fev de 2019

Móvel para CD - O caixotinho

Nada no móvel que fiz para guardar CDs saiu como previsto. Foi idealizado para ser simples e discreto, mas ficou mais parecido com um caixote de feira. Deveria ser completamente cinza escuro sem detalhes, mas não fui capaz de fazer esta maldade com o móvel e pintei uma estampa de flores nas laterais. Também não deveria ficar neste local, porém o cantinho escolhido se revelou cheio de interferências para a função bluetooth e fora de alcance das ondas do controle remoto, por isso veio parar na entrada da sala. Apesar dos contras o pequeno móvel cumpre com competência a função de guardar e organizar em um único espaço tudo que necessito quando quero ouvir música: os poucos CDs que mantive, a pequena coluna de som (que também toca CD) e o carregador de celular sem fio. Acho que meu caixotinho ficou parecido com o antigo "3 em 1"(alguém lembra como era? rs).  

O carregador de celular sem fio encaixado no tampo.
Terminado a pintura lateral na cozinha para fugir do frio da garagem.

As varetas sustentam os CDs inclinados, facilitando a leitura dos títulos e foi inspirada na pequena estante da foto abaixo. 

28 de jan de 2019

Caixas de cortiça decoradas

Portugal é o maior produtor mundial de cortiça. Quando alguém abre uma garrafa de vinho em qualquer lugar do mundo é bem provável que esteja tirando uma rolha feita a partir da casca de um sobreiro (árvore nacional) nascido no Alentejo. A cortiça não é usada só para tampar garrafas. Por ser excelente isolante térmico e acústico e também muito resistente ao atrito pode ter vários usos. Em Portugal é, entre outras utilidades, matéria-prima para muitos artesãos e designers que criam lindas peças de uso pessoal, decorativo ou utilitário. São bolsas, carteiras, sandálias, bijuterias, banquinhos, luminárias, fruteiras, baldes, bandejas e muito, muito mais. Sendo admiradora do produto local é claro que na hora de escolher organizadores para as miudezas da sala escolhi caixas forradas com cortiça. Para deixar as caixinhas com jeito de artesanato usei canetas Posca para pintar flores, peixes e matrioska nas tampas. 


Nas fotos a baixo mostro dois utensílios feitos em cortiça: a fruteira foi comprada em uma feira de artesanato em Lisboa, já o Tarro com sua terrina é uma peça do Projecto TASA, onde jovens designers usam produtos do artesanato tradicional como: a cortiça, o barro, a palha e a lã para criar ou recriar lindas peças. (clique no catálogo e veja as peças do Projecto TASA) 


14 de jan de 2019

Agulheiros de cactos e cantinho de costura organizado

Estes agulheiros estavam na fila de próximo trabalho há muito tempo e nem sei porque demorei tanto para fazer pois são tão fáceis que no embalo fiz logo três! Usei feltro em vários tons de verde mas também ficam bonitos em cores vivas ou com listrado, xadrez ou estampado (a escolha é sua).
Também tenho fotos do novo cantinho de costura, mais arrumado e organizado depois de ganhar um antigo móvel de guardar CDs e DVDs para ajudar a guardar os aviamentos. Tudo começou com uma onda de desapego (nome bonitinho para a prática de eliminar tralha) e na mira estiveram os CDs e DVDs. Gosto de música e de filmes, mas na era do Youtube e Spotify não vejo necessidade de ocupar espaço com títulos que nem gosto muito. Fiquei somente com os preferidos ou especiais e o restante mandei embora. O resultado foi uma sala com mais espaço e o cantinho de costura mais funcional. Agora tenho tudo que necessito para costurar ou bordar em um único local e ao alcance da mão. 


Móvel de CD/DVD com nova função: organizar os aviamentos. 
 


5 de jan de 2019

Banco "Xingu"

Já declarei algumas vezes que minha atividade favorita é reciclar e quando o material é a madeira gosto ainda mais. Trabalhar a madeira para recuperar a beleza de um móvel em mau estado ou para construir algo novo sempre me deixa muito feliz. Hoje venho mostrar a segunda peça construída com a madeira recuperada do pallet que encontrei perto de casa e que rendeu dois bancos: o primeiro foi o Fênix (reveja aqui) e agora o Xingu. Dos dois bancos este é o maior e foi construído com sarrafos novos na base e madeira recuperada no assento. Para decorar fui buscar inspiração nos desenhos de pintura corporal dos índios do Xingu.   

Os banquinhos esperando pintura.

11 de dez de 2018

Decoração de natal

Este ano não estive muito presente no blog. Começou com um problema técnico: o computador já velhinho e ultrapassado ficou rabugento e teimoso, não aceita atualizações e quando aceita cria atalhos que eu, com pouco conhecimento de informática, não sei seguir. Junto veio também um pouco de preguiça e quando me dei conta metade do ano já tinha passado, mas prometo que no próximo ano volto com força e um computador novo! 
Por enquanto segue a postagem de Natal com fotos singelas dos projetos que realizei para decorar a casa. Na parede tem minivitrine com lustre e pisca da árvore de Natal que acendem, muitos presentes e ursinhos de pelúcia, no sofá as almofadas xadrez e verde decoradas com flocos de neve bordados à máquina deixam a casa mais colorida. A escada ganhou uma lanterna com árvores, animais e muita neve, já a sala de jantar foi o aparador que recebeu pinheiros e enfeites e até a chave da velha cristaleira ganhou um enfeite bonitinho.

 

E o sofá bege ganhou cores do natal. 
Até a chave da cristaleira ganhou um enfeite bonitinho.

28 de nov de 2018

Cadeira azul com pássaro

Esta pequena cadeira azul é a última peça recuperada do ano. Foi encontrada em uma feira de velharias e apesar de suja, com a pintura desgastada, sem as traves laterais e com uma das pernas parcialmente comida pelos cupins achei simpática e comprei por quase nada. Comecei por tratar dos cupins injetando inseticida nos buraquinhos, um a um, depois embalei a peça em plástico e aguardei uma semana, tempo necessário para acabar com os insetos. Apesar da aparência feia a estrutura da cadeira estava boa e não foi necessário muito trabalho de marcenaria, bastou colocar as traves laterais que faltavam e aparar alguns centímetros nas penas para retirar a parte roída. A cor foi recuperada com uma pintura lavada no mesmo tom de azul. Deixei o detalhe amarelo original e pintei um dos meus motivos preferidos: um pássaro.


O motivo encontrei no blog: Las Vidalas
 
A cadeira já tratada, lixada, com as traves e pés recuperados.
  
O antes e o depois.